Vantagens construtivas em alvenaria estrutural

bloqueie-a-faca-do-putty-do-concret-e-da-pa-de-pedreiro-no-canteiro-de-obras_42483-172

Vantagens construtivas em alvenaria estrutural

17:46 10 outubro in Alvenaria Estrutural
0 Comments

O que principalmente possibilita vantagens na redução de custos da alvenaria estrutural é a racionalização, depois consideramos projetos completos compatibilizados, mão de obra treinada e acompanhamento adequado de execução.

A racionalização acontece através da modulação do projeto arquitetônico e estrutural, com precisão geométrica (mm) superior ao concreto estrutural moldado no local (cm), possibilitando economia na argamassa de revestimento e maior compatibilidade com elementos pré-moldados.

Outro fator importante para a adesão ao sistema visualizando economia, é a não utilização de vigas e pilares, eliminando interferências entre estrutura e arquitetura , eliminação de formas, redução e simplificação de armaduras e, eliminação de etapas de moldagem de vigas e pilares.

O processo industrializado de construção possibilita ainda redução de especialidade de mão-de-obra (carpinteiro, armador) e redução importantes de prazos.

Para um projeto e execução baseados nas normas técnicas, proporcionando segurança e qualidade igual ou superior a qualquer outro método construtivo consagrado, precisamos de blocos com dimensões regulares 100% modulares, controle tecnológico de primas, blocos, graute e argamassa.

Simples demonstração de economia, baseada em estudo da obra chácara Brasil, do Engo. Luis Alberto Carvalho.

Apartamento de 4 Andares, 4 aptos por andar

64,63 m2 de área privativa

56,08 m2 de área comum

314,60 de área total por pavimento

1256 m 2 de área total do prédio

Indicadores Bloco de Concreto

Blocos de Concreto variando de 4 a 6 mpa: 1256 m2 x 12,5 bloco/m2 x 2,10 media de preço = R$ 32910,00

Volume de graute por m2 de Alvenaria Estrutural: 0,014 m3/m2 x 1256 m2 x R$ 300,00 = R$ 5275,20

Volume de concreto por m2 de área construída: 0,085 m3/m2 x 1256 m2 x R$ 300,00 = R$ 32028,00

Peso de Aço de AE por m2 de AE: 2,631 kg/m2

Peso de Aço de AE por m2 de Alven. Total: 1,063 kg/m2

Peso de Aço de AE por m3 de Graute: 166,821 kg / m3

Peso de Aço de Laje por m3 de concreto laje: 53,66 kg/m3

Peso de Aço Total m2 de área Construída: 8,01 kg/m2 x 1256 m2 x R$ 4,10 =

R$ 41248,30

Total R$ 111461,49

Indicadores Bloco Cerâmico

Volume de graute por m2 de Alvenaria Estrutural: 0,049 m3/m2 x 1256 m2 x R$ 300,00 = R$ 18463,20

O bloco de concreto é o mais resistente do que o de cerâmico e, por isso, tem menos desperdício causado por quebras. Ele rende mais, uma vez que a mão de obra executa a alvenaria mais rapidamente. Além disso, é preciso menos argamassa de assentamento e camadas mais finas de reboco, principalmente em paredes internas.

O bloco cerâmico, porém, é menos aderente à argamassa e exige mais revestimento. Outra desvantagem é que ele é menos regular geometricamente e possui menor resistência mecânica que o de concreto, por isso mais Graute.

Ainda comparando os dois, o bloco de concreto tem melhor desempenho acústico e o cerâmico térmico. O bloco de concreto pode ser usado em prédios de baixo e mais alto padrão, pois poder atingir até 20 mpa e o fator “limitador” de impossibilidade de remoção das paredes pode ser adequado nos projetos, diminuindo os vãos de laje, fazendo as paredes externas de bloco estrutural e internas de vedação. O revestimento do bloco poder ser feito ainda de gesso, utilizando tinta acrílica afim de evitar absorção dos blocos.

Para a definição prevalecendo o bloco de concreto, deve-se considerar que o cerâmico utiliza de 20% a 30% a mais de argamassa e quebra bem mais.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.